REUMATISMO OCORRE EM QUALQUER IDADE

 

A expressão ainda muito ouvida ”quem gosta de velho é reumatismo" demonstra preconceito com a terceira idade e desinformação sobre as doenças reumáticas.

 

Essas doenças não tem preferência por idade e podem atingir até mesmo pessoas jovens e com intensa atividade física.

 

Os Reumatismos de partes moles ( tendinites, bursites, dores musculares), a Febre Reumática, as Artrites juvenis e o Lúpus atingem a população jovem.

Médico reumatologista em Porto Alegre
VOLTAR

MEDICAÇÃO PARA TRATAR O REUMATISMO

 

Sempre é importante lembrar que o uso de "medicamentos para doenças reumáticas" deve ter orientação médica. O medicamento usado por pessoas diferentes, mesmo que sofram da mesma doença, pode ter resultados diferentes já que o organismo de cada pessoa tem peculiaridades próprias. Apenas o médico poderá decidir qual o melhor medicamento, sua dosagem e a duração do tratamento.

 

VOLTAR

ACESSO À INFORMAÇÃO ADEQUADA PODE REDUZIR AS COMPLICAÇÕES DA DOENÇA

 

Uma das formas de melhorar a saúde da população é facilitar o acesso às informações básicas sobre qualquer tipo de doença.

O esclarecimento de dúvidas sobre as diversas formas de doenças reumáticas pode fazer com que as complicações destas enfermidades possam ser diminuídas e até mesmo evitadas já que maior número de pessoas fará tratamentos mais precoces.

VOLTAR

DÚVIDAS FREQUENTES

 

ADIANTA TRATAR REUMATISMO?

Esta pergunta, frequentemente ouvida, evidencia a desinformação existente e expõe tais pessoas a ficarem sofrendo de males que poderiam ser diminuídos, ou até mesmo resolvidos, se tratados precocemente.

Sempre é hora de iniciar o tratamento de qualquer doença, independente do período que já exista. No entanto, aqueles que iniciam o tratamento mais cedo terão um melhor prognóstico. Portanto, uma das formas de melhorar a saúde da população é facilitar o acesso às informações básicas sobre as diversas doenças.

 

REUMATISMO É DEFORMANTE?

Há um dito popular que afirma que as doenças reumáticas deformam. Embora esta possibilidade não possa ser descartada, ela é a exceção e está incorreta se for generalizada à todas as formas de reumatismos, pois cada indivíduo tem um tipo de doença, com evolução e características próprias.

O que determinará o potencial de “deformidade” é o tipo de doença, o tempo que levou para ser feito o diagnóstico e a forma como é feito o tratamento.

 

REUMATISMO É DOENÇA FAMILIAR?

A Artrose (ou Osteoartrite) e a Gota são doenças reumáticas frequentes e têm incidência familiar aumentada. Nos outros casos, a maioria das pessoas portadoras de algum tipo de doença reumática não terá na sua família alguém com o mesmo tipo de reumatismo, embora possa ter algum outro tipo, pois são conhecidas mais de uma centena delas, não havendo necessidade da história familiar para que tais doenças se desenvolvam. 

OSTEOPOROSE SÓ OCORRE EM MULHERES?

A Osteoporose é a manifestação esquelética decorrente do enfraquecimento dos ossos que, por perderem a sua micro arquitetura normal, torna maior o risco às fraturas.

A população mais frequentemente acometida são as mulheres, após a menopausa. No entanto mulheres de outras faixas etárias, homens e até mesmo adolescentes poderão ser acometidos pela osteoporose.

 

MEDO DE FAZER CIRURGIA NA COLUNA?

É comum ouvir das pessoas que sofrem dores nas costas o receio de terem de fazer cirurgia na coluna.

A dor lombar é, de fato, uma das causas mais comuns de consultas ao reumatologista, no entanto, a cirurgia é uma exceção como forma de tratamento.

Hérnias de Disco, Lumbagos, assim como outros tipos de dores reumáticas da coluna, na maioria das vezes, são tratados sem a necessidade de qualquer tipo de cirurgia.

 

MEDO DA CORTISONA?

Muitas pessoas tem medo de usar cortisona. Ela é, na verdade, uma dentre várias opções de medicamentos usados no tratamento destas doenças.

Diversos outros recursos poderão ser recomendados pelo reumatologista no tratamento destas enfermidades

como as orientações ergonômicas, a prática de exercícios supervisionados, medidas de reabilitação e hidroterapia sempre orientados individualmente.

Nas situações onde é necessário fazer uso da cortisona o médico deverá fazer esta escolha baseada em alguns critérios:

  • Usar pelo menor tempo possível

  • Usar na menor dose possível e que seja eficaz

  • Escolher, para cada caso, o melhor tipo de cortisona.

 

VOLTAR